O INSTITUTO

O IFFD visa subsidiar o debate político e econômico com base nas atualizações e inovações no campo da macroeconomia, aglutinando profissionais para analisar, estudar e formular políticas e parâmetros orçamentários, pesquisar e avaliar impactos macroeconômicos, produzir estudos, relatórios, notas técnicas, realizar cursos, palestras, seminários e atuar pelas Finanças Funcionais, de forma a oferecer aos mais diversos agentes políticos o suporte teórico e técnico necessário à gestão funcional das finanças públicas.


Em Solidariedade ao Presidente Lula: O Apoio do IFFD à Reavaliação das Metas Fiscais

Prezado Presidente Luiz Inácio Lula da Silva,

Nós, do Instituto de Finanças Funcionais para o Desenvolvimento (IFFD), constituímos uma coletividade de economistas, acadêmicos e especialistas em economia e orçamento público, atuando não só no Brasil, mas em diversos 
outros países. Por meio desta carta aberta, expressamos nosso pleno apoio às suas recentes declarações acerca das metas de resultado primário e da condução orçamentária de nossa nação.

Sua abordagem, que confere prioridade ao investimento em obras e serviços públicos essenciais, em detrimento de uma adesão rígida e dogmática a metas de superávit primário, espelha o seu compromisso  com o bem-estar e a prosperidade da população brasileira, em especial sua parcela mais desfavorecida. Compartilhamos  sua visão de que a gestão orçamentária deve ser empregada como ferramenta para alcançar o pleno emprego com remuneração digna, a estabilidade de preços e o desenvolvimento sustentável.  As metas de resultado primário servem apenas aos interesses do mercado, visando obstruir a expansão quantitativa e qualitativa dos serviços públicos com o intuito de mercantilizá-los, sem nenhum compromisso com um projeto de desenvolvimento inclusivo e sustentável.

Reconhecemos os perigos inerentes à adoção de metas de resultados primários excessivamente restritivas e para as quais não há amparo nem teórico e nem empírico robusto. Políticas econômicas restritivas, além de prejudicarem a economia e a sociedade fortalecem aqueles que buscam subverter nossos valores democráticos e os direitos sociais e humanos consagrados na Constituição Federal de 1988, reafirmados pelas urnas que o elegeram. Em um contexto no qual forças autoritárias ainda ameaçam a estabilidade democrática do nosso país, seu posicionamento emerge como um bastião contra o retrocesso, reiterando a importância de políticas inclusivas e socialmente justas.

Defendemos uma abordagem orçamentária que esteja alinhada com os objetivos de promover o bem-estar social e o desenvolvimento inclusivo e sustentável.  As metas desse governo, pactuadas politicamente, devem ser as do crescimento, do emprego, da assistência social, da melhoria do ensino, da saúde, das condições do meio-ambiente. Aos economistas cabe oferecer ao governante as melhores alternativas para atingir essas metas que são muito concretas e afetarão de forma muito positiva a sociedade. Não faz sentido partir de uma meta orçamentária e subordinar os destinos da nação a essa abstração.

O IFFD permanece ao seu lado, Presidente Lula, comprometido em contribuir com análises e propostas que visem à construção de um Brasil mais equitativo, inclusivo e ecologicamente responsável. Depositamos nossa confiança em sua liderança, certos de que nos guiará rumo a um futuro no qual o progresso social, a democracia e a justiça econômica andem de mãos dadas, salvaguardando assim a democracia, o meio ambiente e o futuro da nossa nação.

Atenciosamente,

Instituto de Finanças Funcionais para o Desenvolvimento (IFFD).

Brasil, 29 de outubro de 2023.

Baixe aqui o PDF

Últimas Publicações

  • Nota Pública n. 1 – Em Defesa de um Regime de Planejamento Fiscal
    O Estado desempenha um papel importante na organização da economia, fornecendo bens públicos, regulando atividades do setor privado e promovendo o bom funcionamento da economia. Restrições fiscais estabelecidas com base em princípios privados são ineficientes, têm graves consequências para o bem-estar social e a sustentabilidade ambiental e reduzem o caráter democrático da gestão orçamentária, enquanto os instrumentos de planejamento e orçamento o ampliam.
  • Policy Note n. 5 – O impacto de mudanças salariais na dívida pública do país
    A agenda econômica deste início de Governo Lula 3 parece estar dívidida entre conciliar os interesses dos trabalhadores brasileiros e do mercado financeiro. Se de um lado o Governo almeja conceder crescimento salarial robusto para o primeiro grupo, por outro, o ministro Haddad se preocupa em anunciar planos econômicos que prometem aumentar a arrecadação para atender a vontade do mercado financeiro de reduzir o tamanho da dívida pública doméstica. Esta nota aponta que ambos objetivos podem ser conciliados. Por meio de um modelo consistente em fluxos e estoques (Stock-Flow Consistent, SFC na sigla em inglês) amplamente aceito na literatura acadêmica buscamos fazer simulações computacionais sobre a trajetória da dívida pública doméstica sobre o PIB em casos de aumento e redução salariais. Em contraste com os argumentos obscuros e subjetivos do mercado financeiro, este método utilizado tem a contribuição de explicitar os mecânismos de transmissão pelos quais os efeitos verificados se manifestam.
  • Outras Produções n. 3 –  Nota de Repúdio à Intentona Bolsonarista de 8 de janeiro de 2023 
    Em 2023, Lula foi empossado como presidente do Brasil em uma celebração democrática, mas uma semana depois ocorreu um ataque terrorista às sedes dos três Poderes da República. Os terroristas buscavam substituir o Estado de Direito por uma dominação direta através da violência. Esse episódio foi o mais violento contra a República, mas outras formas de ataque ao Estado de Direito já estavam acontecendo. Para resgatar as expectativas dos cidadãos, é necessário cumprir a Constituição Cidadã, que deve ter primazia sobre a perseguição de resultados fiscais em nome da “responsabilidade fiscal”.

Apoiadores

Contato

Fale conosco por meio das informações de contato abaixo ou envie uma mensagem usando o formulário.

Fale conosco

contato@iffdbrasil.org

Envie uma mensagem para nós